Prefeitura de Curitiba

Portal Administrativo do Município

Curitiba, 24 de novembro de 2017
   

Moradores da CIC recebem certificados do curso Gastronomia Sustentável

14/11/2017
capa

Dezessete alunos do projeto Gastronomia Sustentável promovido pela Electrolux e que tem a Fundação de Ação Social (FAS) como um dos parceiros, receberam os certificados de conclusão do curso nesta segunda-feira (13/11). A formatura aconteceu na associação Eletrolux, na Cidade Industrial de Curitiba, onde foi montada a cozinha especial para as aulas. A solenidade contou com a presença de representantes da Eletrolux, da FAS e dos professores, todos renomados chefs de cozinha da cidade, além da embaixadora do projeto, a chef Morena Leite.   

Graziela Regina Ferreira dos Santos, 34 anos, moradora da Vila Verde, foi uma das alunas dessa primeira turma do curso, ofertado gratuitamente para pessoas que vivem no entorno da Eletrolux, principalmente aquelas que vivem em situação de vulnerabilidade social. Desempregada há dois anos, ela faz planos de reabrir um quiosque de lanches no terreno onde mora com os pais, usando os conhecimentos que recebeu. “Este curso veio em boa hora, gosto de cozinhar e de ter contato com o público. Quero reconquistar minha clientela e ganhar dinheiro para criar minhas filhas e ajudar meus pais”, contou.

A presidente da FAS, Elenice Malzoni, lembrou que a qualificação profissional da população, principalmente aquela acompanhada pela FAS, é uma das prioridades do prefeito Rafael Greca. “Todos ganham com projetos sociais como o Gastronomia Sustentável, a Eletrolux, a Prefeitura, mas principalmente os alunos que saem daqui capacitados para ter um emprego, uma renda e poder fazer planos para o futuro”, disse.

Formandos

Os formandos fazem parte da primeira turma do projeto Gastronomia Sustentável, que teve início em setembro. A maioria deles foi indicada pela FAS por ser acompanhada nos Centros de Referência da Assistência Social (Cras), unidades que fazem parte da rede municipal que atende pessoas em situação de vulnerabilidade social.

Durante 12 semanas, o grupo participou de aulas teóricas e práticas de panificação, confeitaria e cozinha fria. Na grade estiveram ainda temas relacionados à higiene, comida saudável, sustentabilidade e empreendedorismo, tudo voltado para o aproveitamento quase total dos alimentos utilizados.

Antes do início do curso, os alunos passaram por uma preparação de três semanas. Eles foram sensibilizados pelos Cras para participar do projeto e quem se interessou pelo curso fez oficinas do programa Mobiliza, coordenado pela FAS. Nessa fase, o grupo recebeu informações sobre relacionamento interpessoal, segurança e timidez, autoconhecimento e motivação, concentração e conhecimento, comunicação no ambiente de trabalho, criatividade, inovação e planejamento na busca do primeiro emprego.

Projeto

O Gastronomia Sustentável é um projeto social da Electrolux e está associado ao For the Better, um dos compromissos globais da companhia, multinacional sueca fabricante de eletrodomésticos. “Nosso objetivo é transformar a vida das pessoas nas comunidades onde elas estão inseridas”, explicou o vice-presidente de Recursos Humanos da Eletrolux, Valmir Buscarioli. Além disso, o projeto visa minimizar o desperdício de alimentos já que, segundo pesquisa, o Brasil perde 40 mil toneladas de alimentos por ano.

Segundo Buscarioli, a empresa promoverá o curso para mais três turmas, que capacitarão aproximadamente 70 pessoas, em Curitiba. Depois da experiência, o curso será levado para outros países, como Argentina e Chile. 

O projeto é subsidiado pela Food Foundation, instituição global da Electrolux que apoia iniciativas locais voltadas à sustentabilidade.  Além da FAS, a iniciativa tem como parceiros a Aiesec, Sodexo, Instituto Stop Hunger e Worlds Chef.

Imprimir | Voltar