Prefeitura de Curitiba

Portal Administrativo do Município

Curitiba, 11 de dezembro de 2018
   

Depois de cinco anos, agentes de trânsito têm curso de atualização

16/04/2018
capa

Todos os 280 agentes de trânsito da cidade passarão por aprimoramento nas funções que exercem. Organizado pela Superintendência de Trânsito (Setran), o 1º Curso de Atualização Profissional Para Agentes de Trânsito inclui módulos com assuntos pertinentes à atividade cotidiana e atendimento às solicitações do cidadão.

“Vamos trabalhar a presença do agente de trânsito como facilitador para a segurança viária e não somente como o responsável por multas”, explica o diretor de Fiscalização da Setran, Claudionor Agibert.

A primeira turma começou às aulas na manhã desta segunda-feira (16/4), na Setran. “A capacitação é fundamental para o bom profissional e, logo que aqui chegamos, percebemos que novos cursos eram um anseio da categoria, que há anos não tinha essa oportunidade", conta Agibert. "Nos organizamos para oferecer essa atualização a todos os agentes pelos próximos 40 dias e para criar uma rotina que permita que novas capacitações ocorram todo semestre, daqui para a frente”, planeja Agibert.

Objeto do curso, a interação com o cidadão é o ponto alto nas expectativas da agente de trânsito para Valquíria Brandalize, há 24 anos na profissão. “É muito difícil o usuário ver a abordagem de um agente de trânsito de forma positiva, então cada um precisa fazer a sua parte e realizar o atendimento necessário com educação e de forma profissional”, opina Valquíria. 

Na aula de abertura, a equipe da Defesa Civil de Curitiba explicou sobre identificação e procedimentos em caso de acidentes no transporte de produtos perigosos. “Os agentes encontram diariamente veículos fazendo esse tipo de transporte. É de extrema importância que saibam identificar e tomar as providências necessárias, em caso de acidente”, reforça o coordenador da Defesa Civil, Nelson Ribeiro. 

Participaram da abertura do curso o assessor da Superintendência da Setran, Maurício Razera, e a diretora de Engenharia do órgão, Gisele de Oliveira.

Imprimir | Voltar