Prefeitura de Curitiba

Portal Administrativo do Município

Curitiba, 17 de agosto de 2018
   

Greca inaugura Armazém da Família Maria Angélica para 38 mil famílias da região

08/08/2018
capa

Um espaço que era usado para ensinar, agora vai encher a despensa das famílias curitibanas. Foi inaugurado, na tarde desta quarta-feira (8/8), o Armazém da Família Maria Angélica, no Pinheirinho.

O local, que antes abrigava as instalações do Liceu de Ofícios Gramados e foi abandonado na gestão passada, passou por uma reforma completa e agora vai prover as famílias curitibanas com alimentos e produtos de primeira necessidade em geral aos integrantes do programa dos Armazéns da Família. Os locais da Prefeitura comercializam produtos 30%, em média, mais baratos do que os vendidos no comércio varejista.

“É uma alegria estar aqui na Vila Gramados, no ponto onde o Pinheirinho encontra o Boqueirão. Eu estive aqui no tempo em que Jaime Lerner era prefeito para fazer os Liceus de Ofício que foram concebidos pelo IPPUC”, lembrou o prefeito Rafael Greca, ao inaugurar o Armazém da Família de número 33 em Curitiba.

Adeus, mocó

Rafael Greca falou sobre a transformação que o local passou nos últimos anos. “Depois que saí da Prefeitura este lugar caiu em decadência. Mas agora que voltei determinei para que este prédio deixasse de ser mocó. ‘Ouvidor Pardinho já dizia: não deixem nada vazio, nem casa nem terreno porque neles se fazem os maiores desaforos a Deus e ao rei’”, disse o prefeito.

“Por isso nós transformamos este prédio abandonado em Armazém da Família. Xô tranqueira, Viva Curitiba!”, exultou o prefeito.

Horta Comunitária

Greca também instigou os moradores a participarem da horta comunitária que foi feita ao lado do Armazém da Família Maria Angélica. “Quanto mais gente participar, mais verduras e legumes vamos colher. Será muito bom a pessoa vir fazer compras e levar verduras de brinde”, previu o prefeito.

Greca enfatizou que a importância dos Armazéns da Família se traduz na segurança alimentar que eles garantem à população. “A Prefeitura está do lado do povo desde quando nós começamos este programa há 20 anos”, recordou.

Deixou de pagar aluguel

De acordo com a diretora do Abastecimento Social da Secretaria Municipal do Abastecimento (Smab), Ivone Aparecida de Melo, o Armazém da Família da Vila Maria Angélica estava em um imóvel alugado. Com a reforma do antigo liceu, ganhou instalações maiores e mais adequadas para atender a sua clientela.

São 268 metros quadrados de espaço, quase o dobro do que era disponibilizado no antigo local. Foram gastos R$ 500 mil na reforma pela Prefeitura. Os recursos vieram do Fundo de Abastecimento Alimentar de Curitiba. A clientela deste equipamento é formada por 38 mil famílias da região, cadastradas no programa.

Tudo novo

Além da reforma, o imóvel recebeu novos equipamentos, como carrinhos de compras, freezers, geladeiras e prateleiras novas para melhor atendimento da população.

A dona de casa Rosângela Ramos Teixeira é uma estreante no programa Armazém da Família. Ela contou emocionada a confecção da carteirinha para poder fazer as compras economizando em média 30%. “A equipe da Prefeitura me ajudou e hoje estou credenciada para fazer as compras no armazém. O Brasil precisa de gente assim. Vamos cuidar do armazém porque ele é nosso patrimônio”, disse Rosângela.

O secretário do Abastecimento, Luiz Gusi, elogiou o comprometimento dos servidores das secretarias do Abastecimento e Obras Públicas para tornar o projeto realidade. “É um trabalho que é feito com muito amor”, disse Gusi, frisando que o programa Armazém da Família é uma referência nacional e internacional.

Economia comprovada

Com 29 anos de atividades completados em 1º de julho deste ano, os Armazéns da Família proporcionam uma grande economia para as 252 mil famílias cadastradas no programa. Segundo cálculos da Secretaria do Abastecimento, de janeiro a junho deste ano, as 111,6 mil famílias que fizeram compras nas unidades economizaram cerca de R$ 31,8 milhões.

Como se cadastrar

Interessados em se cadastrar no programa devem procurar as Ruas da Cidadania. O principal requisito é ter renda familiar mensal de até 5 salários mínimos. O cadastramento e a emissão dos cartões de acesso devem ser feitos nos núcleos da Secretaria do Abastecimento nas Administrações Regionais localizadas nas Ruas da Cidadania.

Visita ao CMEI

Depois da inauguração, o prefeito visitou o CMEI Moradias Gramados. Greca contou histórias para os curitibinhas e também assistiu a uma exposição dos trabalhos em sala de aula. A menina Rafaely deu um dos trabalhos que fez em sala de aula de presente para o prefeito.

Presenças

Também participaram da inauguração, o vice-prefeito e secretário de Obras Eduardo Pimentel, os secretários Luiz Gusi (Abastecimento), Emílio Trautwein (Esporte e Lazer), o vereador Geovane Fernandes, os administradores regionais João Luiz Cordeiro (Pinheirinho), Ricardo Dias (Boqueirão), Gerson Gunha (Portão/Fazendinha) e Fernando Werneck Bonfim (Bairro Novo), além das crianças do centro de Educação Integral David Carneiro, o responsável pela horta comunitária Marciano da Silva Bezerra e lideranças comunitárias da região.

Imprimir | Voltar