Prefeitura de Curitiba

Portal Administrativo do Município

Curitiba, 17 de agosto de 2018
   

Programas da Educação e FAS concorrem ao Prêmio Sesi ODS

09/08/2018
capa

Dois programas da Prefeitura, um na área da Educação e outro na de Trabalho e Emprego, estão entre os finalistas do Prêmio Sesi ODS, promovido pelo Sistema Fiep, por meio do Sesi PR, e que será entregue em 30 de outubro. São eles: o Linhas do Conhecimento, desenvolvido pela Secretaria Municipal da Educação; e o Centro de Recondicionamento de Computadores, da Fundação de Ação Social (FAS).

O Prêmio Sesi ODS é concedido às empresas, instituições públicas e do terceiro setor com boas práticas de promoção dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), estabelecidos pela Organização das Nações Unidas (ONU).

Selo ODS

Outra iniciativa desenvolvida na rede municipal de ensino, o projeto Minha Garrafa, Minha Água, Nosso Planeta, do Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Xapinhal, no Sítio Cercado, receberá o Selo Sesi ODS, que certifica o impacto causado por instituições em relação ao atingimento dos ODS.

Além dele, três programas da FAS - o Liceus de Ofícios, o Mobiliza e o Aprendiz - desenvolvidos para sensibilização e qualificação de pessoas para o trabalho receberão o Selo Sesi ODS.

Esta é a terceira edição do Prêmio Sesi ODS, que teve a participação de 361 instituições que inscreveram suas melhores práticas para o alcance dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS).

Os vencedores serão conhecidos no dia 30 de outubro, no Congresso Sesi ODS, em Curitiba.

Trabalho e Emprego

O Centro de Recondicionamento de Computadores, que concorre ao Prêmio Sesi ODS, oferta cursos de recondicionamento e manutenção de equipamentos de informática a jovens que vivem em situação de vulnerabilidade social.

Os equipamentos usados nos cursos são doados pela coordenação do Projeto Computadores para Inclusão, do governo federal. Depois de serem recondicionados, os computadores em estado de reutilização são destinados para espaços públicos de inclusão digital, incluindo os laboratórios de informática do programa municipal Liceus de Ofícios.

Linhas do Conhecimento

O programa Linhas do Conhecimento disputa a categoria Poder Público (municipal), assim como o Centro de Recondicionamento de Computadores da FAS e experiências desenvolvidas nos municípios de Palmeira, Itaipulândia e Araucária.

Idealizado pelo prefeito Rafael Greca, o programa transforma espaços públicos e culturais da cidade em salas de aula. Desde que foi implementado, em março de 2017, o programa acumula mais de 36 mil participações. Todas as 185 escolas da rede já participaram de ao menos uma das experiências históricas, culturais, científicas, tecnológicas, esportivas e ambientais oferecidas pelo Linhas do Conhecimento. As práticas são sempre associadas ao currículo da rede municipal de ensino. 

Fim dos copinhos

No Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Xapinhal foi a preocupação com o consumo elevado de copos descartáveis de plástico e a necessidade de promover uma abordagem ambiental no cotidiano das crianças que originou o projeto Minha Garrafa, Minha Água, Nosso Planeta.

A ideia foi do diretor Edvaldo Teixeira Soares e abraçada rapidamente pelos 30 profissionais da unidade e famílias das 176 crianças, de 0 a 5 anos atendidas em tempo integral na unidade. Antes do projeto, o consumo médio era de 200 copos por dia.

A iniciativa funcionou. Crianças e adultos adotaram o uso de garradas individuais no CMEI e o resultado foi uma economia de 136 mil copos em três anos.

 

Imprimir | Voltar