Prefeitura de Curitiba

Portal Administrativo do Município

Curitiba, 16 de setembro de 2019
   

Pela primeira vez em Curitiba, o quarteto Duo+Dois faz show no Paiol

14/08/2019
capa

 

O Teatro do Paiol recebe nesta quinta-feira (15/8), às 20h, o grupo Duo+Dois, que se apresenta pela primeira vez em Curitiba. O quarteto, formado pelos violonistas Fernando Melo e Luiz Bueno, que compõem o reconhecido Duofel, mais o flautista Carlos Malta e o percussionista Robertinho Silva, faz um show inédito que contempla os clássicos da MPB.

As releituras trazem novos arranjos, diferentes tratamentos rítmicos e muita criatividade. Além disso, o espetáculo promove o lançamento do primeiro álbum homônimo do grupo.

Os músicos anunciaram o início da parceria em 2016, concluíram o primeiro álbum em março deste ano e agora divulgam o trabalho na quinta edição da temporada 2019 do Brasis no Paiol. Para Luiz Bueno, esta união musical é marcante para o Duofel, que em 40 anos de carreira ainda não havia experimentado a sensação de improvisar em palco ou de transformar algo pré-combinado. “Essa foi uma das experiências mais felizes que eu e Fernando já experimentamos”, comenta.

A princípio, Carlos Malta e Robertinho Silva eram apenas convidados do Duofel para o Duo+Dois, mas agora são integrantes ativos no projeto. O repertório do time conta com faixas como Canto do Yemanjá, de Baden Powell e Vinícius de Moraes, Água de Beber, de Tom Jobim e Vinícius, Cais, de Milton Nascimento e Ronaldo Bastos, e Maracangalha, de Dorival Caymmi.

Sobre os músicos

O Duofel se formou em 1977 pelos violinistas Fernando Melo (alagoano) e Luiz Bueno (paulistano). O primeiro CD dos músicos foi lançado em 1986, denominado Duofel Disco Mix. A partir de então, fizeram shows internacionais, parcerias com artistas como Hermeto Pascoal e Tetê Espíndola, ganharam prêmios e produziram novos discos.

O carioca Carlos Malta é multi-instrumentista, compositor, orquestrador, educador, produtor e Escultor do Vento, como ficou conhecido a partir de seu álbum homônimo. Carlos se destaca por seu estilo criativo e original de fazer música.

Também carioca, o baterista e percussionista Robertinho Silva teve contato com a música ainda criança e, em 1960, iniciou a carreira com o grupo Som Imaginário. Considerado um dos definidores da linguagem brasileira na bateria, Robertinho participou de diversos festivais de música internacionais.

Serviço: Projeto Brasis no Paiol - Duo+Dois
Data: quinta-feira (15/8)
Horário: 20h
Local: Teatro do Paiol (Praça Guido Viaro, s/n)
Ingressos: R$ 10 e R$ 5

Imprimir | Voltar