Prefeitura de Curitiba

Portal Administrativo do Município

Curitiba, 16 de setembro de 2019
   

Município organiza escolha das comissões para eleição do Comper

11/09/2019
capa

 

 

A Assessoria de Direitos Humanos da Prefeitura de Curitiba começou a constituir um grupo de trabalho para eleição da nova diretoria do Conselho Municipal de Política Étnico-Racial (Comper) de Curitiba.

A reunião, na tarde desta quarta-feira (11/9), no auditório da Casa da Mulher Brasileira, também foi de apresentação da nova assessora de Políticas de Promoção de Igualdade Racial da Prefeitura, Marli Teixeira Leite, para todos que trabalham no combate à discriminação racial.

“Quero pedir a parceria e união de todos para continuarmos o trabalho que vinha sendo feito de combate ao racismo”, disse Marli.

“O Comper é fundamental para que a comunidade negra de Curitiba siga conquistando mais espaço”, afirmou Marli.

A assessora de Direitos Humanos da Prefeitura, Elenice Malzoni, explicou que o município trabalha para avançar cada vez mais na promoção das políticas étnico-raciais. “O Comper é essencial para trabalharmos integrados nas políticas de combate ao racismo”, disse Elenice. 

A reunião contou com representantes de vereadores de Curitiba, Araucária e de São José dos Pinhais que trabalham no combate à discriminação racial. 

O último presidente do Comper, Denilton Laurindo, explicou que o Conselho Municipal de Política Étnico-Racial é deliberativo, consultivo, propositivo e fiscalizador. 

“O Comper propõe políticas públicas para 23% da população curitibana que é declarada negra”, afirmou Laurindo, que atualmente é coordenador da Superintendência Geral de Diálogo e Interação Social do Governo do Estado do Paraná.

Presenças

Participaram da reunião a coordenadora-geral da Casa da Mulher Brasileira, Sandra Praddo, a superintendente da Secretaria do Esporte, Lazer e Juventude, Veridiana Maranho, o assessor da Juventude da Secretaria do Esporte, Lazer e Juventude, Mario Augusto Fontoura Junior, e o presidente do Conselho Estadual de Promoção da Igualdade Racial (Consepir), Saul Dorval da Silva.

Também compareceram representantes do Ministério Púbico do Paraná, da Ordem dos Advogados do Brasil seção Paraná (OAB-PR), da Fundação de Ação Social (FAS), da Secretaria Municipal da Educação, do Instituto Afrobrasileiro do Paraná, de ONGs e artistas ligados ao movimento negro.

Imprimir | Voltar